Histórias de BH

Participe do Projeto
Veja aqui as histórias contadas e conte a sua história

Envie a sua história! Você tem uma história sobre algum lugar de Belo Horizonte para
compartilhar? Clique no botão acima para contar ela para todos!

Floresta x Santa Tereza - Tavinho Moura

Numa sexta feira de tarde fui ao Mercado Central procurar uma imagem de São Gonçalo para presentear uma amiga. O Mercado estava calmo e eu tranqüilo procurava pela banca que já vira antes, mas que naquela hora, me fugia do mapa que guardo na cabeça. Em um daqueles corredores cruzei com um camarada bem trajado, de óculos e barba bem aparada, que me cumprimentou como se me conhecesse de longa data. Acenei com a cabeça e continuei meu caminho. Mais adiante, num daqueles corredores mais apertados ali do meio, nos encontramos novamente.

Ele agora estava na companhia de um outro sujeito, que trajava um terno marrom e carregava consigo uma maleta do tipo James Bond. Os dois me olhavam de forma intimidativa, era um me mostrando para o outro, e de certa forma pilheriando. Foi o que percebi naqueles poucos minutos ao mesmo tempo em que pensava: será mesmo comigo, nunca vi essas peças. Acenei novamente com a cabeça e desta vez não houve resposta.

Eis que me aparece o João (Rei da Feijoada) e me passou logo a ficha de como encontrar a loja, ” Católica Artigos Religiosos”, onde enfim comprei meu São Gonçalo.

Feliz da vida segui até o “Nosso Bar”, onde pedi uma cerveja e comecei a fazer umas das coisas que mais gosto. Estava tão bom e tão gelada que eu não pensava absolutamente em nada. De repente estavam na minha frente os dois sujeitos e aquele que vi primeiro foi falando em tom alto e meio nervoso: você não se lembra de mim, pois é, eu corri muito de você quando era pequeno, você era um covarde, só andava em turma. Você morava na Marechal Deodoro e eu na rua Cristal.

Era uma covardia porque eu era bem menor e devo ser uns três anos mais novo. Porque você não faz isso agora, aqui nos somos dois e você está sozinho. Quero ver o tamanho da sua valentia.

Meu companheiro, eu disse, já se passaram mais de quarenta anos, qual é? Aquilo era coisa daquele tempo, sei lá, depois eu nem me lembro de você, caramba.

Daquele tempo um caralho. Enquanto ele falava eu que não sou muito chegado aos freudianismos, percebi que estava diante de um trauma de infância, que a parada era bisonha e que não tinha saco para situação tão estapafúrdia.

Minha irmã quando vê uma foto sua no jornal fica falando pela casa: é ele, é ele, eu tenho certeza. Teve uma vez, eu fui à missa na igreja da Floresta. Eu vou à missa, você tenho certeza que não. Antes que a missa acabasse você já estava em pé do meu lado, e foi eu colocar os pés do lado de fora da igreja, você desembestou atrás de mim. Eu corri da igreja da Floresta até a rua Cristal, depois do grupo José Bonifácio, ali você parava porque já começava Santa Tereza.

Mas alguma coisa nos olhos, no rosto, nos gestos do companheiro que estava do seu lado me fez perceber que eles estavam me pegando era de sacanagem.

Você agora deve estar se mijando todo. Voltou a vociferar.

Foi quando me veio na cabeça um conto que reli recentemente, de meu escritor preferido, onde um de seus personagens diz: “O medo é a extrema ignorância em momento muito agudo.”

Eu então não tive dúvidas, segurei a garrafa de cerveja pelo gargalo, e disse com toda força, para que todos que estavam no bar também ouvissem: Vocês já passaram dos limites da minha paciência. Vamos abrir essa roda que eu vou estourar essa merda no seu nariz. Eles deram um pulo para traz e começaram a rir. Calma, Tavinho Moura , eu só queria te mostrar o tamanho do medo que eu sentia, calma pelo amor de Deus.

Tomamos juntos mais muitas cervejas e celebramos a paz entre Floresta e Santa Tereza… Ad.Eternum.

Últimos Lançamentos

Santo Antônio

" O Santo Antônio era modesto, habitado por pessoas modestas, que haviam trazido o interior do estado – Queluz de Minas, Cordisburgo, Barbacena – para o interior de suas casas: a decoração, o enxoval, as comidas, as quitandas, o café fraco já [...]" Leia Mais

Colégio Estadual

" Assim com a arte e a política alimentaram todo aquele período, nem sempre em perfeita comunhão, as sucessivas gerações que dele afloraram no Colégio Estadual não se contentaram em apenas fazer parte da platéia. Por diferentes veredas, [...]" Leia Mais

Mineirão

" A verdade é que o estádio mudou o comportamento da população e estimulou o surgimento de uma cidade novinha em folha: a região da Pampulha. Além de cenário do melhor futebol e do atordoante grito de gol, tornou-se um templo onde a multidão [...]" Leia Mais